FABRICAÇÃO E AVALIAÇÃO DE MODELOS ANATÔMICOS RENAIS PRODUZIDOS COM RESINA PARA ENSINO DE ANATOMIA

  • Joseane Oliveira Jácome Santos
  • Patricia Santos Ferreira Peruquetti Universidade Federal do Acre
  • Yuri Karaccas Carvalho

Resumo

Os modelos anatômicos in natura são utilizados no ensino de Anatomia Animal. Essas peças exigem a realização de técnicas de fixação para a conservação, além do acondicionamento e manutenção em produtos químicos tóxicos. Esta pesquisa preparou e avaliou os modelos de rins em resina comparando-os com modelos anatômicos in natura. Foi executada em quatro etapas: a). Seleção de modelos anatômicos In natura de rins de animais domésticos como: Suíno; Equino; Bovino e Ovino; b) Realização do contramolde em silicone para réplica dos modelos anatômicos em resina; c). Confecção dos modelos de rins em resina; d) Aplicação do questionário para verificação da aprendizagem. O questionário possuía cinco parâmetros divididos em: A – Identificação e função renal; B - Classificação renal; C – Porções e estruturas renais; D - Identificação das espécies; E – Diferenciações anatômicas intraespecíficas. O questionário foi aplicado em 80 discentes que cursaram a disciplina Anatomia Animal do curso de Medicina Veterinária. Os discentes foram distribuídos de forma aleatória em dois grupos: Modelos Anatômicos em Resina e Modelos Anatômicos in natura. Não houve diferença de aprendizagem utilizando os modelos anatômicos resina e in natura (t=0,37 gl=46 p=0,71). Ambos os métodos foram eficientes para o ensino de morfologia de rim. Os modelos de rins em Resina foram considerados viáveis no Ensino-Aprendizagem da Anatomia Animal. Os métodos substitutivos foram compatíveis com a nova concepção de Ensino (restrição no uso de animais) e permitem minimizar problemas de um laboratório de Anatomia como dificuldade de aquisição, conservação e manutenção de modelos in natura.

Publicado
2019-08-01
Seção
Artigos de Ciências da Vida