“FELICIDADE POR UM FIO”, “QUEM QUER CASAR COM ISOKEN?” E “ATLANTIQUE” COMO CONTRIBUTO A EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS

  • Nedy Bianca Medeiros de Albuquerque Franco CFCH/UFAC
  • Goreth da Silva Pinto Secretaria Estadual de Educação

Resumo

O presente trabalho, tendo como referenciais Nilma Lino Gomes, Maria Xavier de Castro e Marcos Silva, se propõe a análise dos filmes “Atlantique”, “Quem quer casar com Isoken?” e “Felicidade por um fio” a fim de dialogar em caráter interdisciplinar a respeito da utilização das películas como aporte a educação das relações étnico-racial. Neste sentido, num primeiro momento se faz a descrição dos longas-metragens, com as características sociais e culturais que os assemelham e diferenciam. E em etapa posterior voltamos os olhares para as contribuições destes filmes ao debate do ensino das relações étnico-raciais e de gênero, tomando como foco o ensino fundamental II e ensino médio, expondo sugestão de sequência didática de trabalho.

 

PALAVRAS-CHAVE: Educação. Relações étnico-raciais. Mulheres. Filmes.

 

 

Biografia do Autor

Nedy Bianca Medeiros de Albuquerque Franco, CFCH/UFAC

Possui graduação em História pela Universidade Federal do Acre (1999), mestrado em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2002), bacharelado em Direito pela UNINORTE (2009), doutorado em História Social pela USP (2015) e é pós-graduanda em Direito Civil e Empresarial pela  Faculdade Damásio | DeVry Brasil. É professora adjunta, lotada no CFCH da Universidade Federal do Acre. Já foi coordenadora do curso de licenciatura em História da UFAC, presidente da Comissão Permanente de Vestibulares da UFAC, Coordenadora do Programa de Extensão Conexões dos Saberes, atuou como professora formadora e orientadora na Pós-Graduação de História e Cultura Africana e Afro-Brasileira e na Pós-Graduação UNIAFRO. Já lecionou História Antiga, História Econômica, História Moderna, História da América (da colônia aos dias atuais). Atualmente ministra aulas de História do Brasil (da colônia aos dias atuais) e Formação Econômica Social e Política da Amazônia. Desenvolve projetos de pesquisa e extensão sobre História e Imprensa, História Ambiental, História e Cidadania.

Publicado
2020-06-10