DESAFIOS DA EDUCAÇÃO NAS MÚLTIPLAS AMAZÔNIAS: ULTRAPASSAR FRONTEIRAS E SUPERAR LIMITES

  • Salomão Mufarrej Hage Universidade Federal do Pará
Palavras-chave: Conferência, Educação, Pesquisa em educação, Amazônia.

Resumo

RESUMO Neste artigo são formulados posicionamentos e propostas para enfrentar os desafios da Educação nas Amazônias, na medida em que esta ajuda a compreender as tensões, resistências e re-existências que se evidenciam como resultado das disputas pela implementação de um padrão sócio-geográfico de poder na região, onde os grupos/classes sociais hegemônicos defendem o consumo voraz de energia, água e solo, enquanto os povos indígenas, afro-amazônidas e os múltiplos grupos camponeses apostam na produtividade biológica primária – solo/fotossíntese/floresta/água. Por fim, destaca-se a importância de compreender a Transgressão ao padrão de poder hegemônico na região não como um produto ou resultado, simples e rápido de ser alcançado, mas, como um processo contínuo, permanente e não determinado de acúmulo de forças e energias, de mudança de valores e de convicções, de diálogos e tensões, de disputas e formação de alianças para a construção de um posicionamento Contra Hegemônico, que exige paciência histórica, sabedoria, esperança, amorosidade e tesão. Palavras-chave: Conferência; Educação; Pesquisa em educação; Amazônia. ABSTRACT In this article, proposals and positions are formulated to face the challenges of Education in the Amazon, insofar as it helps to understand the tensions, resistances and re-existences that are evidenced as a result of the disputes for the implementation of a socio- region, where hegemonic social groups / classes defend the voracious consumption of energy, water and soil, while indigenous peoples, Afro-Amazonians and multiple peasant groups bet on primary biological productivity - soil / photosynthesis / forest / water. Finally, the importance of understanding Transgression to the hegemonic power pattern in the region is not as a product or result, simple and fast to be achieved, but as a continuous, permanent and not determined process of accumulation of forces and energies , of change of values and convictions, of dialogues and tensions, of disputes and formation of alliances for the construction of a Counter Hegemonic position, which demands historical patience, wisdom, hope, love and enthusiasm. Keywords: Conference; Education; Research in education; Amazon.

Referências

AURELIO BUARQUE DE OLANDA FERREIRA E J.E.M.M. Editores Ltda.- 1986.

ARROYO, Miguel G. O direito à formação humana como referente da avaliação. IN: SORDI, Mara Regina Lemes de; VARANI, Adriana; MENDES, Geisa do Socorro Cavalcanti Vaz. (Org.). Qualidade(s) da escola pública: reinventando a avaliação como resistência – Uberlândia: Navegando Publicações, 2017.

BENCHIMOL, Samuel. Amazônia – Formação Social e Cultural. 3ª ed. Manaus: Editora Valer, 2009.

CHESNAIS, F. A mundialização do capital. São Paulo: Xamã, 1996.

HARVEY, D. O novo imperialismo. 2. ed. São Paulo: Loyola, 2005.

HISSA, Cássio Eduardo Fernandes. A mobilidade das fronteiras: inserções da geografia na crise da modernidade. Belo Horizonte. Editora UFMG, 2002.

LEHER, R. Movimentos sociais, padrão de acumulação e crise da universidade. In: REUNIÃO NACIONAL DA ANPED, 37., 2015, Florianópolis. Anais... Florianópolis: Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Educação, 2015a. Disponível em: http://37reuniao.anped.org.br/wp-content/uploads/2015/02/Trabalho-de-Roberto-Leher-para-o-GT11.pdf. Acesso em: 15 dez. 2015.

MANCEBO, D. Crise político-econômica no Brasil: breve análise da educação superior. Educação & Sociedade, v. 38, n. 139, abr./2017.

PORTO-GONÇALVES, Carlos Walter. Amazônia, Amazônias. São Paulo: Contexto, 2005.

______. Amazônia: encruzilhada Civilizatória: tensões territoriais em curso. 1ª Ed. Rio de Janeiro: Consequência Editora, 2017.

SGUISSARDI, V. Estudo diagnóstico da política de expansão da (e acesso à) educação superior no Brasil: 2002-2012. Piracicaba: 2015 (mimeo).

SILVA JÚNIOR, J. R. The new Brazilian university - A busca por resultados comercializáveis: para quem? Marília: Projeto Editorial Práxis; Rede de Estudos sobre o Trabalho, 2017.

SOUZA SANTOS, Boa Ventura de. A crítica da Razão indolente: contra o desperdício da experiência humana. São Paulo: Ed. Cortez, 2001.

Publicado
2019-06-24
Como Citar
Hage, S. M. (2019). DESAFIOS DA EDUCAÇÃO NAS MÚLTIPLAS AMAZÔNIAS: ULTRAPASSAR FRONTEIRAS E SUPERAR LIMITES. Navegações: Revista De Estudo E Pesquisa Em educação, 1(1), 1-15. Recuperado de https://periodicos.ufac.br/index.php/navegacoes/article/view/2597