Diferentes modos de pensar e formas de falar sobre o conceito de calor a partir do uso de atividades experimentais

Autores

  • Ana Paula Cirino da Silva Universidade Federal de Pernambuco
  • João Roberto Ratis Tenório da Silva Universidade Federal de Pernambuco
  • José Euzebio Simões Neto Universidade Federal de Pernambuco

Resumo

O objetivo desse trabalho é identificar as zonas do perfil conceitual de calor que emergiram nas falas de estudantes do Ensino Médio mediante a realização de cinco atividades experimentais, existentes na literatura, cada um relacionado a uma zona específica. A Teoria dos Perfis Conceituais apresenta a ideia de que um único conceito pode ter diferentes significados, modos de pensar, que podem ser utilizados em contextos distintos, a depender do seu valor pragmático. Os experimentos foram realizados com seis alunos do Ensino Médio de uma escola estadual em Serra Talhada, Pernambuco, com os dados coletados a partir do registro sonoro em áudio, separados em recortes e depois da transcrição para identificação das zonas emergentes. Os resultados mostram a emergência de todas as zonas do perfil conceitual de calor, a saber: realista, empírica, substancialista, animista e racionalista, além de mobilizar a utilização de outros conceitos correlatos na explicação dos experimentos, como temperatura, energia e sensação térmica.

Downloads

Publicado

2021-10-25