Investigação preliminar das propriedades químicas dos resíduos do cupuaçú (Theobroma grandiflorum) através da técnica de espectroscopia de fluorescência de raio-X por energia dispersiva

Autores

  • Natan de Azevedo Padilha Centro Universitário Estácio Unimeta
  • Tatielle dos Santos Brigido Centro Universitário Estácio Unimeta
  • Camila de Freitas Cardozo Centro Universitário Estácio Unimeta
  • Luciene Freitas Fernandes Centro Universitário Estácio Unimeta
  • Andreia da Silva de Oliveira Centro Universitário Estácio Unimeta
  • Julio Cesar Pinho Mattos Centro Universitário Estácio Unimeta
  • Nathocley Mendes Venâncio Centro Universitário Estácio Unimeta

Resumo

O presente trabalho investigou preliminarmente propriedades químicas dos resíduos sólidos industriais (RSI’s) das cascas do cupuaçu (Theobroma grandiflorum) e possíveis oportunidades. Foi utilizada a técnica de espectroscopia de fluorescência de raio x por energia dispersiva (EDX) para investigar preliminarmente os elementos químicos identificados. O experimento utilizou-se de 10 unidades de cupuaçu, onde foram extraídas 3 amostras de cada uma das cascas dessas unidades do fruto do cupuaçu, com área de 3cm² por 3cm² totalizando 30 amostras, foram adotados para a análise dos resultados a estatística descritiva simples (média, desvio padrão e coeficiente de variação, boxplot com percentis) o Teste T de Student (t >0,05), com o intuito de comparar as médias amostrais de elementos químicos distintos. Os resultados obtidos aportaram o elemento encontrado com maior percentual nas cascas foi o Potássio (K) 75,3 %, seguido de Cálcio (Ca) 13,8%, Fósforo (P) 6,4%, Enxofre (S) 2,6 %. Diante disso, baseando-se em outros estudos, concluiu-se que os resíduos sólidos industriais das cascas do cupuaçu podem ser podem ser reutilizados para a agricultura e com potencialidades para a reciclagem através fabricação de briquetes.

Downloads

Publicado

2021-03-20

Edição

Seção

Artigos Científicos