Desempenho agronômico de cultivares de alface americana sob cultivo orgânico em Rio Branco, Acre

Autores

  • Regina Lúcia Felix Ferreira Universidade Federal do Acre
  • Sebastião Elviro de Araújo Neto Universidade Federal do Acre
  • Luís Gustavo de Souza e Souza Universidade Federal do Acre
  • Grêta Marino Universidade Federal do Acre
  • Adonias de Albuquerque Pinheiro Universidade Federal do Acre
  • Maria Izabel de Freitas Lins Rezende Universidade Federal do Acre
  • Geazí Penha Pinto Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre - IFAC

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho agronômico de cultivares de alface americana em sistema orgânico de produção nas condições de Rio Branco, Acre. O experimento foi instalado em área sob cultivo orgânico desde 2008, localizada no município de Rio Branco, Acre, nos meses de junho e julho de 2020. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com seis tratamento com quatro repetições de 16 plantas cada. As cultivares avaliadas foram: Maui, Alaska, Delícia, Malibu, Grandes lagos e Rafaela. O cultivo foi protegido sob casa de vegetação coberta a 3,5 m de altura com filme aditivado de 100 µ e laterais abertas. Os canteiros de altura de 0,20 e largura de 1,20 m foram preparados com microtrator e adubados com 15 t ha-1 de composto orgânico. Foram avaliadas: massa fresca total, massa fresca comercial orgânica, massa fresca de cabeça, produtividade orgânica, produtividade comercial, diâmetro de cabeça, massa seca da planta, formação de cabeça (%) e pendoamento (%). As cultivares Maui e Alaska apresentaram maior desempenho, com maior massa fresca total, massa fresca comercial orgânica, massa fresca de cabeça e as produtividades orgânica e comercial. A porcentagem de formação de cabeças e de pendoamento é a mesma para as cultivares Maui, Alaska, Delicia e Malibu.

Downloads

Publicado

2021-03-20

Edição

Seção

Artigos Científicos