Contribuição ao estudo morfológico foliar de Curatella americana L. (Lixeira)

Autores

  • Antonio Carlos Pereira de Menezes Filho Instituto Federal Goiano, Campus Rio Verde, Goiás

Resumo

Curatella americana, conhecida popularmente por lixeira é uma das espécies lenhosas do domínio Cerrado. Objetivou-se avaliar a morfologia da venação foliar por diafanização nessa espécie. Folhas sadias foram coletadas em uma área de proteção permanente no município de Rio Verde, Goiás, Brasil. Foi utilizado o corante Azul de Toluidina no processo de diafanização para folhas de C. americana. Para visualização acurada de estruturas da face adaxial foliar, foi utilizado scanner, e para a abaxial, um microscópio óptico com câmera acoplada. As imagens obtidas foram avaliadas utilizando o software Image J. A análise morfológica revelou que as folhas apresentam nervuras até 4ª ordem, proeminentes na face abaxial, nervação craspedódroma, tricomas tectores estrelados, aréolas completas, vênulas apresentando duas bifurcações, alta densidade de estômatos, do tipo paracítico, células epidérmicas retangulares, nervura fimbrial na margem e F.E.V.S. com uma ramificação. O estudo apresentou importantes dados para a sistemática de C. americana, possibilitando maior conhecimento do padrão de venação foliar e da superfície epidérmica.

Downloads

Publicado

2021-03-20

Edição

Seção

Artigos Científicos