Molhabilidade de duas madeiras amazônicas tratadas com produtos de acabamento

  • Michelle Bezerra da Silva Siebra
  • Neila Cristina de Lima Fernandes
  • Patrícia Gomes Ribeiro
  • Moisés Silveira Lobão

Resumo

Estudos sobre a determinação dos usos, qualidade e estética da madeira, estão relacionados. O ensaio de molhabilidade é um dos parâmetros que disponibilizam resultados sobre as características superficiais da madeira e agregam valor ao produto final. Portanto, o objetivo do trabalho foi avaliar a absorção de líquidos de duas madeiras amazônicas com diferentes acabamentos superficiais. Onde foram selecionadas duas espécies de coloração amarela, encaminhadas ao Laboratório de Produtos Florestais do Serviço Florestal Brasileiro (LPF/SFB) para realização da identificação em nível de gênero e espécie. Para realização do estudo utilizou-se 30 amostras distribuídas em dois tratamentos (verniz e seladora) e a testemunha, separadas por espécie. O ensaio foi realizado no Laboratório de Tecnologia da Madeira do Departamento de Engenharia Florestal da Universidade de Brasília. De acordo com os valores obtidos de ângulo de contato, pode-se inferir que a seladora e o verniz padronizaram as superfícies, tornando as peças tratadas hidrofóbicas, conferindo maior resistência à umidade, pois a superfície da madeira in natura tende a absorver ou espalhar mais a água, essa informação é valiosa para a conservação destas madeiras em ambientes úmidos.

Publicado
2020-05-07
Seção
Artigos Científicos