Emergência de plântulas de jutaí (Hymenaea oblongifolia Huber. Fabaceae) em diferentes substratos

  • Ítalo Felipe Nogueira Ribeiro Universidade Federal do Acre
  • Cleverson Agueiro de Carvalho Universidade Federal do Acre https://orcid.org/0000-0002-3256-7023
  • Jaquelyne Lins Januário Universidade Federal do Acre
  • Laryssa dos Santos Prado
  • Maurício Conde Ramon Oliveira Universidade Federal do Acre
  • Ronier Felipe da Silva Oliveira Universidade Federal do Acre

Resumo

Na Amazônia ocorre a espécie Hymenaea oblongifolia Huber., popularmente conhecida como jutaí. Ações antrópicas ameaçam a regeneração desta espécie, uma alternativa para garantir a sua perpetuação é a produção de mudas em viveiros, entretanto a ausência de estudos sobre a relação entre os substratos utilizados no plantio e a emergência de mudas é um fator limitante. O presente estudo objetivou avaliar a emergência de plântulas de H. oblongifolia Huber. semeadas em diferentes substratos, visando indicar qual substrato proporciona o desenvolvimento de plântulas de maior qualidade. Neste trabalho foram utilizados 6 tratamentos: T1 – pó de serra (100%), T2 – substrato comercial (100%), T3 – farinha de castanha (100%), T4 – pó de serra + farinha de castanha (1:1), T5 – substrato comercial + composto vegetal (2:1) e T6 – areia (100%).  Os tratamentos T6 e T3 apresentaram os melhores valores para as variáveis analisadas, respectivamente. Pode-se inferir que a farinha de castanha apresenta potencial para ser utilizado como uma alternativa ao substrato comercial.

Biografia do Autor

Cleverson Agueiro de Carvalho, Universidade Federal do Acre

http://lattes.cnpq.br/3007176489025101

Jaquelyne Lins Januário, Universidade Federal do Acre

 http://lattes.cnpq.br/4158658497668582

Laryssa dos Santos Prado

http://lattes.cnpq.br/9022716724806228

Ronier Felipe da Silva Oliveira, Universidade Federal do Acre

http://lattes.cnpq.br/6655683344055781

Publicado
2020-05-07
Seção
Artigos Científicos