Centro - Oeste : Agronegócio, Meio Ambiente e Novas Territorialidades

  • Caio Moreno Machado Aquino Petiano Bolsista do Grupo PET Geografia da Universidade Federal do Acre
  • Karolayne Almeida de Souza Petiana Bolsista do Grupo PET Geografia da Universidade Federal do Acre
  • José Lucas Silva do Vale Universidade Federal do Acre
  • Vitória de Melo Brasil Petiana Bolsista do Grupo PET Geografia da Universidade Federal do Acre
  • Wellington Gabriel da Silva Rodrigues Universidade Federal do Acre

Resumo

Resumo: A região Centro-oeste surgiu após a divisão regional feita em 1942 pelo Instituto Brasileiro de Estatística (IBGE), desde então vem se desenvolvendo no sentido de se integrar economicamente ao restante do país. O objetivo desse trabalho é justamente traçar uma linha histórica de formação e ocupação dessa região, demonstrar como ela se encontra na atualidade com foco para o agronegócio, os impactos ambientais aos biomas predominantes e os conflitos territoriais existentes na região decorrentes de um sistema capitalista de produção que visa o lucro e o monopólio de mercado.

Palavras – chave: Centro-Oeste. Monopólio. Sistema Capitalista.

 

 

Referências

Referencias

TEXEIRA, Jodenir Calixto; HESPANHOL, Antônio Nivaldo. A região centro-oeste no contexto das mudanças agrícolas ocorridas no período pós-1960. Revista Eletrônica da Associação dos Geógrafos Brasileiros- Três Lagoas. Três Lagoas –MS,V.1,N°3, p.52-66, maio de 2006.

AZEVEDO, Andréa Aguiar. Análise dos impactos ambientais das atividades agropecuárias no cerrado e suas interrelações com os recursos hídricos na região do pantanal. Disponível em < http://assets.wwf.org.br/downloads/wwf_brasil_impactos_atividade_agropecuaria_cerrado_pantanal.pdf > Acesso em 16 de agosto de 2018.

MAURO, Rogério Antônio; CALAÇA Manoel. A expansão do agronegócio no Centro-Oeste brasileiro. Curitiba, 2017. Disponível em < singa2017.files.wordpress.com/2017/12/gt08_1506869546_arquivo_trabalhocompleto-singa-20173-docx-revk.pdf > Acesso em: 15 de agosto de 2018.

NALON, Tai. Dados do Incra mostram redução de assentamentos para reforma agrária. Brasília ,2011.Disponivel em: < http://g1.globo.com/politica/noticia/2011/10/dados-do-incra-mostram-reducao-de-assentamentos-para-reforma-agraria.html> Acesso em 10 de agosto de 2018.

LIMA , Aparecida do Campo;VILLA-LOBOS, Jorge Guerra. Abrindo novos horizontes na Reforma agrária. Maringá: Programa de Pós-graduação em Geografia-UEM, 2001.

ARBEX, José; OLIC, Nelson Basic.Rumo ao Centro-Oeste: O Brasil em regiões. São Paulo: Moderna, 1996.

Publicado
2018-09-25
Como Citar
Machado Aquino, C. M., Almeida de Souza, K., Silva do Vale, J. L., de Melo Brasil, V., & da Silva Rodrigues, W. G. (2018). Centro - Oeste : Agronegócio, Meio Ambiente e Novas Territorialidades. ARIGÓ - Revista Do Grupo PET E Acadêmicos De Geografia Da Ufac, 1(01), 98 - 105. Recuperado de https://periodicos.ufac.br/index.php/arigoufac/article/view/2071