https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/issue/feed Scientia Naturalis 2020-05-14T10:34:38-05:00 Delcio Dias Marques delciomarques@globo.com Open Journal Systems <p>A revista eletrônica&nbsp;<strong>Scientia Naturalis</strong>, do Centro de Ciências Biológicas e da Natureza - CCBN/Ufac,&nbsp;destina-se a publicação de trabalhos científicos originados de pesquisas nas áreas de Química, Física, Ciências Biológicas, Ciências Agrárias e Ensino de Ciências, nas modalidades de artigos científicos, relatos de experiência, notas técnicas, além de trabalhos associados a eventos nacionais e internacionais e revisões bibliográficas, dentro das áreas de interesse do periódico.<br><br><strong>| Ano de criação:&nbsp;</strong>2019&nbsp; <strong>|</strong>&nbsp;&nbsp;<strong>Periodicidade:</strong>&nbsp;Semestral&nbsp; <strong>|</strong>&nbsp; <strong>ISSN:</strong> 2596-1640</p> <p><strong>A REVISTA ESTÁ ABERTA PARA SUBMISSÕES.</strong></p> https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3327 Efeito do thidiazuron (TDZ) na propagação in vitro de goiabeira-serrana (Acca sellowiana (O. Berg.) Burret) 2020-05-07T21:23:48-05:00 Fernanda Pereira fdfernanda95@gmail.com Lírio Luiz Dal Vesco lirio.luiz@ufsc.br Paulo Cesar Poeta Fermino Junior paulo.fermino@ufsc.br <p>A goiabeira-serrana (<em>Acca </em>sellowiana (O. Berg.) Burret) é uma espécie nativa da Mata Atlântica e Pampa, com elevado potencial de uso na fruticultura. A micropropagação é uma das alternativas viáveis para a produção de mudas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência das diferentes concentrações de Thidiazuron (TDZ) e diferentes meios de cultura nas respostas morfogênicas da goiabeira-serrana. No primeiro experimento, segmentos nodais contendo dois nós foram retirados das plântulas e introduzidos em meio MS, suplementado com TDZ (0; 0,5; 1,0 e 2,0 μM). No segundo experimento, três formulações salinas (MS, WPM, LPm) com as mesmas concentrações de TDZ foram avaliadas. Após 30 dias as respostas morfogênicas foram avaliadas. O uso de TDZ em diferentes concentrações não altera o número de brotos regenerados, porém o número de nós por broto regenerado diminui com o aumento da concentração de TDZ. Em meio de cultura LPm os microbrotos tiveram efeito inibitório na altura dos brotos com o aumento da concentração de TDZ. O uso de 2,0 mM de TDZ em meio de cultura LPm promoveu menor número de brotos regenerados, menor número de nós por broto e menor altura.</p> 2020-05-07T00:00:00-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3442 Educação especial inclusiva: um olhar sobre a realidade de duas escolas públicas de Rio Branco - Acre 2020-05-07T21:23:49-05:00 Leoneide Rodrigues Falcão rleoneide@gmail.com Carlos Eduardo Garção de Carvalho carlosgarcao.ufac@gmail.com Gahelyka Aghta Pantano Souza gahelyka@outlook.com Alcides Loureiro Santos alcidesloureiroquimico@gmail.com Edilson Simões Cadaxo Sobrinho escadaxo@hotmail.com Delcio Dias Marques delciomarques@globo.com <p>A educação inclusiva existe oficialmente no Brasil desde 1854, quando Dom Pedro II fundou o Imperial Instituto dos Meninos Cegos (atualmente Instituto Benjamim Constant - IBC). As décadas de 1960 a 1980 foram marcadas por significativos avanços no regramento legal brasileiro para a educação inclusiva. Em 1988, a Constituição Brasileira determinou a garantiria da oferta do atendimento educacional especializado, estabelecendo a integração escolar e o atendimento às pessoas com deficiência, preferencialmente, na rede regular de ensino. Nos moldes de uma pesquisa de abordagem qualitativa, este trabalho tem como objetivo investigar como os professores de duas escolas públicas de ensino fundamental de Rio Branco - AC, se adaptaram em sala de aula com as diversidades de alunos com necessidades educacionais especiais. A coleta dos dados foi dividida em dois momentos: observação da rotina dos professores e aplicação de um questionário semiestruturado com 6 questões fechadas e 5 dissertativas. Os resultados indicam uma fração das dificuldades enfrentadas pelos docentes em sala de aula, que pode ser pela quase nenhuma formação recebida durante a graduação para lidar com a diversidade de necessidades especiais, pela falta de conhecimento da legislação e por não haver recursos didáticos necessários a serem utilizados em sala de aula.</p> 2020-05-07T11:56:54-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3652 Caracterização anatômica de colmos de Guadua sp. em diferentes ambientes de crescimento 2020-05-07T21:23:50-05:00 Sebastião Kennon Ferreira dos Santos kennonsantos@gmail.com Yasmin Alves dos Santos Rodrigues kennonsantos@gmail.com Berenice Kussumoto de Alcântara da Silva kennonsantos@gmail.com <p>O Brasil possui grande diversidade de bambus, tendo cerca de 18 gêneros, dos quais seis são endêmicos. No Acre, a espécie de bambu <em>Guadua weberbaueri</em>, é conhecida na região como “taboca”, e seus colmos formados por nós, entrenós e gemas, apresentam rica diversidade anatômica. Assim, este projeto tem por objetivo realizar a caracterização anatômica de colmos de <em>Guadua </em><em>weberbaueri </em>em borda e interior da floresta. Para a análise foram coletadas amostras de colmos do interior e borda de floresta do Parque Zoobotânico da Universidade Federal do Acre. Como resultado, é apresentada uma análise descritiva da anatomia do colmo, embora não foram observadas diferenças no perímetro, área e raio dos feixes vasculares dos colmos nos diferentes ambientes estudados.</p> 2020-05-07T15:48:53-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3653 Caracterização anatômica de folhas e raízes de Guadua sp. em diferentes ambientes de crescimento 2020-05-07T21:23:51-05:00 Yasmin Alves dos Santos Rodrigues iasmimalves.ro2011@gmail.com Sebastião Kennon Ferreira dos Santos iasmimalves.ro2011@gmail.com Berenice Kussumoto de Alcântara da Silva iasmimalves.ro2011@gmail.com <p>Atualmente tem-se demonstrado um crescente interesse no uso do bambu para diversos fins. No estado do Acre o bambu nativo “taboca” se apresenta em grande abundancia, o que chama atenção para uma possível exploração do bambu <em>Guadua weberbaueri </em>dada a sua densidade em todo estado<em>, </em>porem há poucos estudos sobre a espécie o que dificulta seu reconhecimento e direcionamento para possíveis usos. Assim, este projeto tem por objetivo realizar a caracterização anatômica de folhas e raízes de <em>Guadua </em><em>weberbaueri </em>em diferentes ambientes de crescimento. Para a análise foi coletado amostras de folhas e raízes do interior e borda de floresta do Parque Zoobotânico da Universidade Federal do Acre. Observou-se diferença no perímetro e raio de feixe vascular da folha nos diferentes ambientes (borda e interior).</p> 2020-05-07T15:57:31-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3654 Sementes de orelhinha de macaco (Enterolobium schomburgkii Benth) submetidas ao teste de condutividade elétrica 2020-05-07T21:23:51-05:00 Cleverson Agueiro de Carvalho thais.crp2@gmail.com Isabele Cristini S. de Oliveira thais.crp2@gmail.com Reginaldo Almeida Andrade thais.crp2@gmail.com Thaís Cristina Ribeiro Pereira thais.crp2@gmail.com Tiago Bardales Barroso thais.crp2@gmail.com Thiago José Lavareda Lima thais.crp2@gmail.com <p>Programas de recomposição florestal demandam pesquisas direcionadas à formação eficiente de mudas por meio de sementes de alto potencial fisiológico, característica que pode ser determinada por meio do teste de condutividade elétrica, que avalia a integridade do sistema de membranas da célula e sua relação com o vigor das sementes. O objetivo do trabalho foi desenvolver um protocolo para avaliar a qualidade fisiológica de sementes de <em>Enterolobium schomburgkii</em> por meio do teste de condutividade elétrica e relacionar os resultados deste teste com outros testes de vigor. No teste de condutividade elétrica, conduzido pelo método massal, foi avaliada a influência do período (8h, 16h, 24h, 32h e 40h) para embebição das sementes. O teste de condutividade elétrica para sementes orelhinha de macaco (<em>Enterolobium schomburgkii </em>Benth) deve ser conduzido pelo período de embebição de 24 horas.</p> 2020-05-07T16:08:13-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3655 Atributos físicos em solos cultivados com plantas de cobertura 2020-05-08T18:24:54-05:00 Cleverson Agueiro de Carvalho elias.aajr1907@gmail.com Regina Lúcia Félix Ferreira elias.aajr1907@gmail.com Reginaldo Almeida Andrade lavareda1504@gmail.com Rychaellen Silva de Brito lavareda1504@gmail.com Thaís Cristina Ribeiro Pereira lavareda1504@gmail.com Thiago José Lavareda Lima lavareda1504@gmail.com <p>O cultivo de plantas de cobertura tem sido adotado como estratégia para um modelo de agricultura conservacionista. Após atingir seu máximo desenvolvimento vegetativo, essas plantas são cortadas, acamada na superfície ou incorporada ao solo, possibilitando aumentar seu teor de matéria orgânica, e consequentemente melhorias em suas características físicas, químicas e biológicas. Objetivou-se com este trabalho avaliar os efeitos das espécies <em>Brachiaria brizantha Hochst. Stapf; Crotalaria breviflora; Crotalaria juncea; Crotalaria ochroleuca;</em> <em>Stylosanthes capitata + Stylosanthes macrocephala; Canavalia ensiformis; Cajanus cajan; Cajanus cajan; Pennisetum glaucum; Mucuna cinereum </em>e<em> Mucuna aterrima </em>sobre dois atributos físicos do solo, a densidade e a porosidade. O delineamento estatístico adotado foi em blocos casualizados, com onze (11) tratamentos e quatro (04) repetições. Após análise de variância, verificou-se que os atributos físicos do solo não foram influenciados (p&gt;0,05) pelas plantas de cobertura durante o período do experimento.</p> 2020-05-07T16:18:11-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3285 Avaliação química, antifúngica e antioxidante do óleo essencial da flor de Fridericia platyphylla (Cham.) L. G. Lohmann 2020-05-07T21:23:52-05:00 Antonio Carlos Pereira de Menezes Filho astronomoamadorgoias@gmail.com <p><em>Fridericia platyphylla</em> é uma espécie vegetal do domínio Cerrado, apresentando flores aromáticas. O trabalho teve por objetivo avaliar a constituição química, antifúngica e antioxidante do óleo essencial da flor de <em>F. platyphylla</em>. Flores foram coletadas pela manhã, o óleo essencial extraído por Clevenger, o rendimento determinado, a análise do perfil químico realizado por CG-EM, atividade antifúngica determinada para cepas agrícolas e humanas, e a atividade antioxidante pela redução do DPPH. O perfil químico apresentou quatro compostos majoritários, as atividades antifúngica e antioxidante apresentaram alta eficiência de inibição fúngica e de redução do radical.</p> 2020-05-07T16:24:53-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3656 Educação ambiental por meio da reciclagem de elementos naturais e industrializados na escola da terra indígena katukinas no Vale do Juruá 2020-05-07T21:23:52-05:00 Dérdila Lima Verde de Menezes derdilamenezes27@gmail.com Iarytssa Rocha Lima derdilamenezes27@gmail.com Eva Maria Neri da Costa derdilamenezes27@gmail.com Francesca Salla derdilamenezes27@gmail.com <p>O trabalho de educação ambiental em terra indígena se torna mais fácil em relação a outras comunidades tradicionais, uma vez que os indígenas, tidos por muitos como os guardiões da floresta, já desenvolvem ações sustentáveis no dia-a-dia como a própria reciclagem de resíduos sólidos e orgânicos. O objetivo principal deste trabalho é fomentar a prática da reciclagem junto à comunidade indígena dos Katukinas, tendo, principalmente, como público-alvo as crianças e os jovens da comunidade, visando a manutenção e perpetuação dos conhecimentos tradicionais e da cultura local. Para tanto, foram desenvolvidas oficinas de reciclagem de produtos industrializados com o intuito de produzir artigos artesanais com os alunos da Escola Tamakayã. Após a culminância do projeto verificou-se uma total aceitação por parte da comunidade em relação aos ensinamentos propostos e a constatação de que a transmissão desses conhecimentos implica na sobrevivência da própria comunidade.</p> 2020-05-07T00:00:00-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3657 Alteração da cor de duas madeiras amazônicas tratadas com produtos de acabamento 2020-05-07T21:23:53-05:00 Michelle Bezerra da Silva Siebra michelle-siebra@hotmail.com Neila Cristina de Lima Fernandes michelle-siebra@hotmail.com Patrícia Gomes Ribeiro michelle-siebra@hotmail.com Moisés Silveira Lobão michelle-siebra@hotmail.com <p>Os tratamentos dados à madeira acarretam, por vezes, alterações de suas propriedades, como a coloração, podendo ser positivas ou negativas, dependendo do uso ao qual a madeira será empregada. Assim, o trabalho avaliou a alteração da cor de duas madeiras comercializadas na região Amazônica tratadas com produtos de acabamento superficial comumente utilizados na confecção de móveis e pisos. Para realização do estudo utilizou-se 30 amostras, separadas por espécie, distribuídas em dois tratamentos (verniz e seladora) e a testemunha. Os ensaios de colorimetria foram realizados no Laboratório de Tecnologia da Madeira do Departamento de Engenharia Florestal da Universidade de Brasília. Como resultado, a aplicação de produtos de acabamento modifica a cor das madeiras, ao passo que ao serem tratadas com verniz as espécies podem ser facilmente confundidas. A aplicação de verniz causou escurecimento da cor e com o uso de seladora a variação foi pouco perceptível. As propriedades características de cada uma aliada aos tratamentos da madeira se apresentam como ferramentas fundamentais para indicar o uso adequado destas.</p> 2020-05-07T16:45:13-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3658 Molhabilidade de duas madeiras amazônicas tratadas com produtos de acabamento 2020-05-07T21:23:54-05:00 Michelle Bezerra da Silva Siebra michelle-siebra@hotmail.com Neila Cristina de Lima Fernandes michelle-siebra@hotmail.com Patrícia Gomes Ribeiro michelle-siebra@hotmail.com Moisés Silveira Lobão michelle-siebra@hotmail.com <p>Estudos sobre a determinação dos usos, qualidade e estética da madeira, estão relacionados. O ensaio de molhabilidade é um dos parâmetros que disponibilizam resultados sobre as características superficiais da madeira e agregam valor ao produto final. Portanto, o objetivo do trabalho foi avaliar a absorção de líquidos de duas madeiras amazônicas com diferentes acabamentos superficiais. Onde foram selecionadas duas espécies de coloração amarela, encaminhadas ao Laboratório de Produtos Florestais do Serviço Florestal Brasileiro (LPF/SFB) para realização da identificação em nível de gênero e espécie. Para realização do estudo utilizou-se 30 amostras distribuídas em dois tratamentos (verniz e seladora) e a testemunha, separadas por espécie. O ensaio foi realizado no Laboratório de Tecnologia da Madeira do Departamento de Engenharia Florestal da Universidade de Brasília. De acordo com os valores obtidos de ângulo de contato, pode-se inferir que a seladora e o verniz padronizaram as superfícies, tornando as peças tratadas hidrofóbicas, conferindo maior resistência à umidade, pois a superfície da madeira <em>in natura</em> tende a absorver ou espalhar mais a água, essa informação é valiosa para a conservação destas madeiras em ambientes úmidos.</p> 2020-05-07T16:53:02-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3395 Avaliação da cobertura vacinal e fatores associados à aderência ao calendário vacinal em crianças menores de 5 anos em Iñapari, na Amazônia peruana 2020-05-07T21:23:54-05:00 Maria Gabriela Silva Guimarães gabi_mg28@hotmail.com Fernando Luiz Cunha Castelo Branco flccbranco@uol.com.br Humberto Oliart Guzmán hosoliart@hotmail.com Athos Muniz Braña athosbrana@hotmail.com Carlos Hermogenes Manrique de Lara Estrada cmanriquedle@yahoo.es Nancy Arróspide narrospide@hotmail.com Mônica da Silva-Nunes monicamamtra@gmail.com <p>Objetivos: A vacinação é adotada com o intuito de promover a proteção da saúde e prevenção de doenças imunopreveníveis, principalmente na infância. Esse estudo tem como objetivo avaliar a cobertura vacinal das crianças peruanas. Métodos: O estudo foi realizado no município de Iñapari (Peru). A população investigada proveio do censo dos domicílios que apresentavam pelo menos uma criança menor de 5 anos de idade, residentes nas áreas urbanas do município de Iñapari. Para a análise, utilizou-se o programa estatístico SPSS 13.0 (SPSS Inc., Chicago, IL). Resultados: Foram identificadas 73 crianças na área urbana de Iñapari, sendo 50,7% do sexo masculino e 49.3% do sexo feminino, com idade média de 22,59 meses. As vacinas de maiores coberturas foram a primeira e segunda dose de VOP e de Pentavalente, primeira dose de Hepatite B e BCG. As vacinas com menores coberturas foram a segunda e terceira dose de Antipneumococo e segunda dose VORH. Fatores associados ao esquema vacinal completo foram idade, escolaridade materna, característica domiciliares, consulta de rotina e de trabalho remunerado. Conclusões: Apesar de boa cobertura, há dificuldade das crianças completarem o esquema vacinal com mais de uma dose. Aumento de campanhas e métodos informativos são alternativas para intensificar a adesão e a conscientização da população.</p> 2020-05-07T16:59:56-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3501 Caracterização fenotípica de acessos de Capsicum chinense Jacq da Mesoregião do Vale do Juruá, Acre 2020-05-07T21:23:55-05:00 Williane Maria de Oliveira Martins williane.martins@ifac.edu.br Edna Secundes Cabral edna.secundes@gmail.com Lilliane Maria de Oliveira Martins lilliane.martins@ifac.edu.br <p>A pimenta <em>Capsicum chinense </em>é uma das espécies mais cultivadas e com maior diversidade na Amazônia. O trabalho teve por objetivo caracterizar por meio de descritores morfológicos nove acessos de <em>C. chinense</em> de Cruzeiro do Sul, Acre. O estudo foi desenvolvido no período de janeiro a junho de 2019, em propriedade particular no município de Cruzeiro do Sul, Acre. Foi instalado um experimento com delineamento experimental inteiramente casualizado, com nove tratamentos (acessos) e cinco repetições, sendo uma planta por vaso e a parcela constituída por uma planta. Para a caracterização morfológica das plantas foram utilizados os descritores conforme IPGRI (International Plant Genetic Resources Institute, 1995). Entre os acessos houve variação morfológica dos caracteres das plantas, folhas, flores, frutos e sementes. Os parâmetros relacionados aos frutos apresentaram maior variabilidade fenotípica e isso demonstra seu potencial em programas de melhoramento na região. Outros ensaios deverão ser conduzidos para avaliar se as características apresentadas não irão segregar.</p> 2020-05-07T17:06:25-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3508 Emergência de plântulas de jutaí (Hymenaea oblongifolia Huber. Fabaceae) em diferentes substratos 2020-05-07T21:23:55-05:00 Ítalo Felipe Nogueira Ribeiro italo080@live.com Cleverson Agueiro de Carvalho cleversoncarvalho92@gmail.com Jaquelyne Lins Januário jaquelyne027@gmail.com Laryssa dos Santos Prado laryssaprado348@gmail.com Maurício Conde Ramon Oliveira mauriciocondero@gmail.com Ronier Felipe da Silva Oliveira ronier.felipe@gmail.com <p>Na Amazônia ocorre a espécie<em> Hymenaea oblongifolia </em>Huber., popularmente conhecida como jutaí. Ações antrópicas ameaçam a regeneração desta espécie, uma alternativa para garantir a sua perpetuação é a produção de mudas em viveiros, entretanto a ausência de estudos sobre a relação entre os substratos utilizados no plantio e a emergência de mudas é um fator limitante. O presente estudo objetivou avaliar a emergência de plântulas de <em>H. oblongifolia</em> Huber. semeadas em diferentes substratos, visando indicar qual substrato proporciona o desenvolvimento de plântulas de maior qualidade. Neste trabalho foram utilizados 6 tratamentos: T1 – pó de serra (100%), T2 – substrato comercial (100%), T3 – farinha de castanha (100%), T4 – pó de serra + farinha de castanha (1:1), T5 – substrato comercial + composto vegetal (2:1) e T6 – areia (100%).&nbsp; Os tratamentos T6 e T3 apresentaram os melhores valores para as variáveis analisadas, respectivamente. Pode-se inferir que a farinha de castanha apresenta potencial para ser utilizado como uma alternativa ao substrato comercial.</p> 2020-05-07T17:39:24-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3578 Mercado de móveis nos municípios de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves, estado do Acre, 2014 2020-05-07T21:23:56-05:00 Jamayra Conceição de Araújo jamairaaraujo@hotmail.com Zenobio Abel Gouvêa Perelli da Gama e Silva jamairaaraujo@hotmail.com <p>Este estudo aborda o setor moveleiro, nos municípios acreanos de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves. Seu objetivo foi avaliar os aspectos estruturais do seu mercado e da conduta das suas firmas. O método adotado analisou a estrutura do mercado considerando os graus de concentração, de diferenciação dos produtos e de limites à entrada de firmas no mercado. Já a conduta das firmas, foi avaliada segundo as políticas de preço e de investimento. Dos resultados gerados, concluiu-se que: (1) esse mercado é altamente competitivo no consumo de madeira; (2) preço, qualidade e design do móvel são os principais itens que diferenciam as marcenarias entre si; (3) garantia de qualidade do móvel e frete grátis não diferenciam as marcenarias locais entre si; (4) falta de mão-de-obra qualificada é a maior barreira à entrada de firmas no mercado; (5) o preço é a principal dificuldade para se obter a matéria-prima; (6) equipamentos antigos e a qualidade das toras limitam a produção de móveis; (7) a formação do preço se fundamenta no custo mais o lucro na venda do produto e (8) a maioria das marcenarias visa investir na compra de equipamentos para melhorar a qualidade dos produtos.</p> 2020-05-07T17:58:59-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3581 Diversidade de Insetos Edáficos Detritívoros na Área Experimental do IFAC - Campus Cruzeiro do Sul 2020-05-07T21:23:56-05:00 Lilliane Maria de Oliveira Martins lilliane.martins@ifac.edu.br Williane Maria de Oliveira Martins williane.martins@ifac.edu.br Écila Araújo Souza lilliane.martins@ifac.edu.br <p>A utilização de bioindicadores pode refletir na condição de sustentabilidade de um agroecossistema. Esse estudo teve como objetivo realizar o levantamento da fauna entomológica detritívora em dois ambientes distintos (Floresta e Pastagem), na área experimental do IFAC - <em>Campus</em> Cruzeiro do Sul. Utilizou-se 10 armadilhas de solo do tipo <em>pitfall</em>, instaladas no período matutino (07h às 9h) e retiradas após 24 horas. Os espécimes foram identificados no Laboratório de Biologia do IFAC, com o auxílio de chaves dicotômicas específicas para os grupos. Foram capturados 231 espécimes, distribuídos nas ordens Blattodea, Coleoptera, Diptera, Hemiptera, Hymenoptera, Lepidóptera e Orthoptera. <em>Cephalotes atratus</em> e <em>Acromyrmex coronatus</em> ocorreram tanto no ambiente de floresta quanto no de pastagem, demonstrando versatilidade na exploração dos recursos alimentares disponíveis. <em>Panaponera clavata</em> ocorreu apenas no ambiente de floresta e sua presença pode ser considerada bioindicadora de ambientes preservados. A presença de espécies associados a ambientes de conservação indicam que a área do IFAC vem passando por um estágio de recuperação ambiental.</p> 2020-05-07T17:55:28-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3585 Prospecção fitoquímica da Carapa guianensis (Meliaceae) e Uncaria guianenesis (Rubiaceae) com vista á atividade anti-helmíntica sobre nematódeos gastrintestinais de pequenos ruminantes 2020-05-07T21:23:57-05:00 Sara Lucena de Amorim saravet.la@bol.com.br Lucas Bastos da Silva lukas.silva.bastos@hotmail.com Joelton da Silva Barata joeltonbarata@outlook.com Maria Antonia Ferreira Moniz Pereira mariaantoniaveterinaria@gmail.com Alex Cicinato Paulino de Oliveira alex.cicinato@unir.br Ana Célia Rodrigues Athayde athayde@uol.com <p>As análises fitoquímicas de plantas e experimentos controlados, podem oferecer novas alternativas efetivas e economicamente viáveis&nbsp;&nbsp; para as doenças parasitárias por identificar possíveis metabólitos secundários com perfil anti-helmíntico. O objetivo deste trabalho foi avaliar o perfil fitoquímico da <em>Carapa</em> <em>guinensis</em> e <em>Uncaria</em> <em>guianensis</em>, plantas nativas da Amazônia com perfil anti-helmíntico. Amostras das plantas foram coletadas para a elaboração do extrato bruto etanólico. Os extratos foram submetidos a triagem fitoquímica para verificar a presença das classes metabólitos secundários com possíveis perfil para atividade anti-helmíntica. O estudo revelou a presença de metabólitos químicos: fenóis e taninos, saponinas, esteróides e triterpenóides e açucares redutores. Várias pesquisas comprovam a relação desses metabólitos principalmente o tanino sobre o metabolismo de larvas de nematódeos gastrintestinais de pequenos ruminantes por afetar a sua cutícula e impedindo a evolução do estágio infectante para estágio parasitário por alterar suas propriedades químicas e físicas.&nbsp; Portanto é possível acreditar que as diferentes partes das plantas podem ser uma boa alternativa no controle das endoparasitoses de pequenos ruminantes. As análises fitoquímicas de plantas medicinais e experimentos controlados, associados ao conhecimento recente sobre estratégias no controle de parasitos, podem oferecer novas alternativas efetivas e economicamente viáveis para as endoparasitoses de pequenos ruminantes.</p> 2020-05-07T18:08:53-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3587 Custo de transação do manejo florestal comunitário madeireiro no Acre, 2011-12 2020-05-07T21:23:58-05:00 Evandro Araújo de Aquino aquinoaraujo@hotmail.com Zenobio Abel Gouvêa Perelli da Gama e Silva zenobio.silva@ufac.br <p>Este estudo aborda o setor florestal comunitário na Amazônia brasileira. O seu objetivo foi gerar informações econômicas sobre o manejo florestal madeireiro comunitário, no estado do Acre, e assim contribuir na elaboração de políticas públicas que fomentem o uso racional dos recursos florestais regionais. O seu objetivo específico foi quantificar e analisar os custos de transação no contexto do manejo madeireiro comunitário realizado nos Projetos de Assentamentos Agroextrativistas (PAEs) Equador (no município de Xapuri/AC) e Porto Dias (no município de Acrelândia/AC). Para tal, os procedimentos metodológicos basearam-se no levantamento de dados com os manejadores florestais comunitários das áreas de estudo. A partir dos resultados gerados, pode-se concluir que: a) os custos de transação do manejo comunitário têm aumentado substancialmente, podendo inviabilizar a atividade de manejo; b) embora o custo total do manejo comunitário seja considerado elevado em relação ao custo do manejo empresarial, o preço conseguido pelas comunidades no mercado local, através da Cooperativa de Produtores Florestais Comunitários (Cooperfloresta), acaba compensando tais elevações, dada a qualidade da matéria prima oferecida, dentre outros fatores que influenciam as negociações.</p> 2020-05-07T18:27:55-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3392 Realização e adequação do pré-natal em Assis Brasil, Acre 2020-05-07T21:23:58-05:00 Rayanne Alves de Arruda rayanne5alves@gmail.com Thasciany Moraes Pereira thascy_moraes@hotmail.com Breno Matos Delfino brenomd_@hotmail.com Saulo Augusto Silva Mantovani sauloaugustomantovani@hotmail.com Juliene de Oliveira Marques juliene.r.3@gmail.com Luiz Fernando Melo Lima luizzfml@gmail.com Mônica da Silva-Nunes monicamamtra@gmail.com <p>Avaliar a cobertura e a qualidade do cuidado pré-natal em gestações de mulheres, em Assis Brasil (Acre), entrevistadas no ano de 2011. Foram realizadas entrevistas por meio de questionários com as mães com crianças entre 0 e 5 anos que fizeram o pré-natal em Assis Brasil,&nbsp; foram coletados os dados de cartão de pré-natal das mães e avaliou-se o pré-natal através de níveis de adequação (nível 1: índice de Kessner modificado por Takeda; nível 2: índice de Kessner juntamente com os procedimentos realizados durante a consulta de pré-natal; nível 3: nível 2 associado aos exames laboratoriais efetuados durante o acompanhamento pré-natal). Foram incluídas no estudo 382 gestações, destas 94,50% referiram ter realizado o pré-natal, porém, apenas 45% das gestantes ainda possuíam o cartão de pré-natal para avaliação. Os fatores relacionados à não realização do pré-natal foram: multiparidade, etnia indígena, baixa escolaridade materna, baixo índice socioeconômico, parto fora de unidade hospitalar. O acompanhamento com 6 ou mais consultas ocorreu em 53% das gestações e 40% gestações iniciou o pré-natal já no primeiro trimestre. A qualidade do pré-natal foi satisfatória em 50% das gestações quando no nível 1, no nível 2 foi considerado adequado apenas 1% das gestações e ao avaliar o nível 3 não houveram gestações consideradas adequadas. A assistência à saúde da gestante demonstrou-se muito aquém do observado na média nacional e em alguns momentos apresentou-se abaixo da média da região Norte para ao período de 2005/2006 a 2011. Assis Brasil ainda carece de medidas que visem reduzir as inequidades durante o acompanhamento pré-natal de mulheres moradoras da Amazônia.</p> 2020-05-07T18:36:02-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3600 Ajuste de distribuições de probabilidades à série 1970-2010 de precipitação máxima anual de Rio Branco, Acre 2020-05-07T21:23:59-05:00 Jorge Washington de Sousa jwsce57@gmail.com Douglas Batista da Costa idouglascosta1@gmail.com <p>A determinação da magnitude das chuvas intensas é de fundamental importância para a elaboração de projetos hidráulicos e gerenciamento dos recursos hídricos em engenharia, além do dimensionamento de estruturas para o controle de erosão hídrica na conservação do solo. Objetivou-se com o presente trabalho, analisar o desempenho de quatro distribuições de probabilidades, aplicadas à série histórica de precipitação diária máxima anual do município de Rio Branco, Acre. Os dados de precipitação pluvial foram coletados em estação meteorológica convencional do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), referentes ao período de 1970 a 2010. Foi aplicado o teste estatístico não paramétrico de Kolmogorov-Smirnov, ao nível de significância de 5%. &nbsp;Os resultados evidenciam que os modelos probabilísticos Gama, Log-Normal a 2 parâmetros e Normal, ajustaram satisfatoriamente os dados de precipitação máxima diária anual. A distribuição Lognormal a 2 parâmetros apresentou maiores estimativas de precipitação provável, para períodos de retorno iguais ou superiores a dez anos, em relação às demais distribuições de probabilidades avaliadas nesse estudo.</p> 2020-05-07T18:41:39-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3603 Avaliação das modificações das propriedades físicas do colmo de Guadua sp. submetidos a tratamentos preservativos convencionais, naturais e residuais 2020-05-07T21:24:00-05:00 Jéssica Nunes Silva jsnunes239@gmail.com Janaira Araújo Sousa janaira.js@hotmail.com Michaela Nascimento Queiroz michaelaqueiroz3@outlook.com Mariane Pita de Sá mariane_ps_@hotmail.com Lucas Vieira Lemos Romeu lucas.romeu14@gmail.com Neila Cristina de Lima Fernandes neilac.fernandes@gmail.com Moiseslobao Moisés Silveira Lobão moiseslobao6@gmail.com <p>O bambu é renovável e de baixo custo, encontrado em abundância no Estado Acre. Porém, a maior parte das espécies de bambu é suscetível ao ataque de fungos e insetos. Pode-se aumentar a durabilidade dos colmos de bambu por tratamentos com produtos naturais ou químicos sintéticos. Portanto, pretende-se avaliar modificações das propriedades físicas do colmo de <em>Guadua</em> sp submetidos a diferentes tratamentos preservativos utilizando-se água salgada, óleo residual e solução de Boro (CCB). Foram realizadas as etapas: coleta e identificação de colmos de <em>Guadua</em> sp. no Parque Zoobotânico da UFAC; tratamento preservativo, secagem e saturação dos corpos de prova para obtenção da densidade básica, teor de umidade, retratibilidade (radial, tangencial e volumétrica) e anisotropia. Conclui-se que os colmos tratados sofreram alterações significativas nas propriedades físicas em relação a testemunha; dentre as características físicas as que sofreram maiores variações foram as retratibilidades (radial, tangencial e volumétrica) nas amostras tratadas com óleo residual mostrando potencial deste tipo de tratamento na proteção dos colmos de <em>Guadua</em> sp, porém ensaios de apodrecimento acelerado dos colmos devem ser realizados para a comprovação dos resultados.</p> 2020-05-07T18:49:03-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3608 Manejo de variedades locais de Dioscorea spp. em comunidades tradicionais da Baixada Cuiabana em Mato Grosso, Brasil 2020-05-07T21:24:00-05:00 Almecina Balbino Ferreira almecina@yahoo.com.br Lin Chau Ming linming2809@gmail.com Moacir Haverroth moacir.haverroth@embrapa.br Marilene Santos Lima marilenelima@yahoo.com.br Matheus Matos Nascimento matheusxmattos@gmail.com <p>As dioscoreáceas constituem uma importante fonte alimentar e estão distribuídas nas regiões tropicais e subtropicais de todo o mundo. O objetivo desta pesquisa foi realizar um estudo etnobotânico sobre as variedades de cará (<em>Dioscorea</em> spp.) cultivadas por agricultores de oito municípios da Baixada Cuiabana, em Mato Grosso, com o intuito de verificar as espécies mantidas por eles e suas diversidades, nomes populares das variedades e o sistema de produção da cultura como: preparo das túberas-sementes, manejo da cultura, preparo do solo, plantio, tratos culturais e comercialização. Foram entrevistados 48 agricultores que cultivam o cará e anotados os nomes populares que estes dão às variedades do tubérculo. Foram encontradas três espécies: <em>Dioscorea alata</em>, <em>D. trifida </em>e<em> D. bulbifera.</em> O cultivo do cará é feito no sistema de “roça de toco”. O preparo das túberas-sementes varia de acordo com cada espécie, sendo que, das 3 espécies encontradas, 55% são plantadas partidas e 45% inteiras. A organização e destino da produção acontecem nas comunidades, onde grande parte é destinada à alimentação familiar e o excedente é para a venda direta para consumidores ou via intermediários e aqueles que produzem exclusivamente para a venda.</p> 2020-05-07T18:55:30-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3609 Hortaliças comercializadas nas feiras de Botucatu-SP e sistemas de produção 2020-05-07T21:24:01-05:00 Almecina Balbino Ferreira almecina@yahoo.com.br Fatima Chechetto fatimachechetto26@yahoo.com.br Cláudia Moreira claudiamoreira23@yahoo.com.br Marilene Santos Lima marilenelima@yahoo.com.br Matheus Matos Nascimento matheusxmattos@gmail.com Moacir Haverroth moacir.haverroth@embrapa.br Lin Chau Ming linming2809@gmail.com <p>A produção de hortaliças é uma importante atividade econômica, colaborando com a sustentabilidade e o desenvolvimento local. Atualmente, o mercado de hortaliças vem apresentando mudanças frente à consciência do consumidor, atento à saúde e à qualidade de vida. As feiras são importantes canais de comercialização que aproximam o produtor do consumidor. Este trabalho tem como objetivo caracterizar e analisar as hortaliças comercializadas nas principais feiras da cidade de Botucatu e seus respectivos sistemas de produção. O trabalho de campo foi baseado em entrevistas com questões semiestruturadas e abertas. O município de Botucatu está localizado na região centro-sul do estado de São Paulo, distante da capital paulista cerca de 230 km. Foram realizadas visitas nas três principais feiras da cidade entre março e julho de 2009. Os resultados mostraram que as principais feiras de Botucatu são importantes espaços de comercialização de hortaliças, oferecendo variedade de produtos convencionais e orgânicos, com possibilidades de expansão na comercialização de orgânicos. A estrutura de produção dos feirantes é de pequenos produtores e produção diversificada. A maioria é composta por agricultores que utilizam tecnologias simples e conhecimento dos mecanismos de comercialização.</p> 2020-05-07T19:00:59-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3612 Enteroparasitas zoonóticos do gênero Ancylostoma spp. e Toxocara sp. em fezes de cães coletadas em locais públicos do 1° distrito da cidade de Rio Branco-AC 2020-05-07T21:24:02-05:00 Felipe Aparecido de Alencar felipe.aparecido.alencar1@gmail.com Leonardo Nunes de Queiroz leonardon161@gmail.com Sara Kesia da Silva Uchôa uchoasara10@gmail.com Hemeson Lira de Moura hemesonlira@gmail.com <p>Não é de hoje que os cães têm um papel fundamental na sociedade, desde terapias para tratamentos de transtornos e doenças além da guarda de residências e segurança. Contudo, cães domésticos e errantes que não passam por um tratamento adequado, estão ligados diretamente em transmissões zoonóticas, sendo eles hospedeiros definitivos de alguns parasitas. Com isso, o presente trabalho buscou avaliar a presença de parasitas com potencial zoonótico em fezes de cães coletadas em locais públicos de recreação e lazer de Rio Branco. Foram analisadas 80 amostras utilizando método de sedimentação espontânea (Hoffman) e flutuação em solução saturada de NaCl (Willis-Mollay), obtendo positividade em 47,5%. Dentre os parasitas encontrados nas amostras positivas foram <em>Ancylostoma </em>spp. (78,9%), <em>Toxocara </em>sp. (13,1%), <em>Ascaris</em> sp. (2,6%) e <em>Trichuris </em>sp. (44,7%). A presença de parasitas com potencial zoonótico nas amostras analisadas indica a necessidade de adotar medidas de prevenção, controle e tratamento de animais infectados, visto que, <em>Ancylostoma </em>spp. e <em>Toxocara </em>sp. causam doenças como a Larva Migrans Cutânea e a Larva Migrans Visceral.</p> 2020-05-07T19:06:02-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3613 Avaliação do desempenho de métodos empíricos para a estimativa da evapotranspiração de referência em Rio Branco, Acre 2020-05-07T21:24:03-05:00 Maria Lizete Aquino de Souza mlyzaquino@hotmail.com , Jorge Washington de Sousa jwsce57@gmail.com <p>A evapotranspiração de referência é um parâmetro utilizado na estimativa da demanda hídrica das culturas, tornando-se necessária para o adequado manejo dos sistemas de irrigação, razão pela qual, a escolha do método para a sua estimativa, deve ser extremamente criteriosa. Objetivou-se neste trabalho, avaliar o desempenho dos métodos empíricos de Benevides-Lopez, Camargo, Hargreaves-Samani, Kharrufa, Linacre, Thornthwaite, Thornthwaite modificado e Turc, correlacionando-os com o método de Penman-Monteith, na estimativa da evapotranspiração de referência em Rio de Branco, Acre. Foram utilizadas variáveis climáticas referentes ao período de 01 de janeiro de 1980 a 31 de dezembro de 2006, oriundas da estação meteorológica convencional do INMET. Para a análise dos resultados, utilizou-se o índice de concordância Willmott (d) e o índice de confiança de Camargo e Sentelhas (c). Os resultados evidenciam, que apenas o modelo de Turc estimou satisfatoriamente a evapotranspiração de referência para a região de Rio Branco, AC, com desempenho muito bom. Os demais modelos apresentaram desempenho mau ou péssimo,&nbsp; com restrições de uso, para a s condições climáticas locais.</p> 2020-05-07T19:10:54-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3614 Avaliação da qualidade das águas superficiais em áreas turísticas na microbacia do Igarapé Preto em Cruzeiro do Sul-AC 2020-05-07T21:24:04-05:00 Júlio Cesar Pinho Mattos eng.juliomattos@gmail.com Jorgemar Leite da Silva jorgemaleite@gmail.com Camila de Freitas Cardozo camilinhaped@gmail.com <p class="Default" style="text-align: justify; tab-stops: 145.9pt;">O estudo foi realizado na área do Igarapé Preto, no município de Cruzeiro do Sul, na Amazônia Sul Ocidental Brasileira, Vale do Juruá, sua microbacia tem em seus usos múltiplos, incluindo o desenvolvimento de atividades turísticas. Nos últimos anos, recebeu a instalação de diversos balneários para atender as atividades de recreação e lazer da população da regional do Juruá, poucos estudos de qualidade de água foram realizados no manancial. O presente trabalho apresenta um estudo de caracterização em três pontos de coletas, localizados à jusante (P1), no balneário (P2), e a montante do balneário Igarapé Preto (P3), no período de maio a outubro de 2018, através das variáveis físico-químicas e microbiológicas (alcalinidade total, pH, condutividade elétrica, cor aparente, cloretos, demanda química de oxigênio, demanda bioquímica de oxigênio, oxigênio dissolvido, óleos e graxas) observando alguns parâmetros dispostos nas classes 2 e 3 da resolução do conselho nacional de meio ambiente (CONAMA) nº 357/2005 e a verificação de presença e ausência de coliformes termotolerantes. Os resultados encontrados apontaram presença de coliformes termotolerantes possivelmente oriundos dos esgotos lançados in natura ou oriundos dos precários sistemas de tratamentos individuais existentes.</p> 2020-05-07T19:15:31-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3410 Estudo da citronela como tema gerador para o ensino da química no estado do Acre 2020-05-07T21:24:05-05:00 Alceu Daniel Costa Borges adbrasil77@gmail.com Carlos Eduardo Garção de Carvalho carlosgarcao.ufac@gmail.com Delcio Dias Marques delciomarques@globo.com Ilmar Bernardo Graebner ibgraebner@gmail.com Alcides Loureiro Santos alcidesloureiroquimico@gmail.com <p class="Default" style="text-align: justify; tab-stops: 145.9pt;">Fundamentada no prévio estudo químico e entomológico desenvolvido com o óleo de citronela, esta pesquisa buscou conhecer as características químicas da citronela e como usar esse conhecimento como tema gerador para o ensino de química das comunidades do vale do Juruá. Além disso, buscou-se estabelecer relações entre os aspectos científicos e práticos do uso da espécie, a interação interdisciplinar entre os alunos e os possíveis benefícios para o desenvolvimento escolar, com soluções que possam minimizar os problemas endêmicos da região. Participaram da pesquisa alunos de uma escola pública de Cruzeiro do Sul -AC. Eles realizaram entrevistas iniciais sobre os benefícios da citronela e suas características químicas observando critérios interdisciplinares. Foram entrevistadas 132 pessoas com faixa etária de 25 a 73 anos em 65 residências, num total de 10 bairros na cidade de Cruzeiro do Sul. Após a investigação temática, os grupos apresentaram seminário sobre aspectos relacionados à citronela bem como algumas de suas características químicas. O desempenho cognitivo dos alunos sobre a citronela foi analisado através de uma segunda entrevista comparativa após a problematização. Foi observado na análise dos questionários que o desempenho dos alunos aumentou de forma significativa, indicando que o estudo possibilitou a oportunidade de novas propostas futuras em escopo semelhante.</p> 2020-05-07T19:20:16-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3537 “Dominó geométrico”: uma ferramenta lúdica para o ensino de química sobre geometria dos pares de elétrons e geometria molecular 2020-05-07T21:24:05-05:00 Kauany Andressa de Oliveira Souza kauanyandressa123@gmail.com Osvaldo de Lima Albuquerque Neto kauanyandressa123@gmail.com Maykon Weslley Souza da Silva kauanyandressa123@gmail.com Adriano Antonio Silva kauanyandressa123@gmail.com Shirani Kaori Haraguchi kauanyandressa123@gmail.com <p>Por várias décadas, muitos professores vêm utilizando apenas métodos tradicionais no ensino de Química, o que pode ser insuficiente, do ponto de vista teórico-metodológico. Desta forma, os estudantes se encontram desmotivados, e isso impede os mesmos de serem instigados a aprenderem mais e a pensarem como cidadãos críticos. Contudo, o professor poderia colaborar de maneira mais eficiente na construção do conhecimento, utilizando e/ou aprimorando recursos alternativos como forma de facilitar a aprendizagem dos seus educandos. Este trabalho relata a aplicação da adaptação do jogo dominó como uma metodologia alternativa para o ensino de geometria dos pares de elétrons e geometria molecular, visando estabelecer uma aprendizagem significativa através do ensino lúdico para estudantes do 1° ano do Ensino Médio. Esse conteúdo é considerado difícil pelos estudantes, ficando estabelecida uma barreira no processo de ensino-aprendizagem. O jogo foi empregado como forma de consolidar os conhecimentos teóricos adquiridos com uma atividade lúdica, e auxiliar na transposição dessa barreira. Para a realização da atividade, foi utilizada uma metodologia que apresenta como base a pesquisa – ação, juntamente à análise de um questionário semiaberto visando verificar a opinião dos estudantes sobre a importância dos jogos didáticos no Ensino de Química.</p> 2020-05-07T19:34:08-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3595 A importância do uso das estratégias diversificadas: contribuição e eficácia quando utilizadas no ensino de ciências biológicas 2020-05-14T10:34:38-05:00 André Mesquita de Lima andre774@outlook.com Maria do Perpétuo Socorro da Rocha Cavalcanti andre774@outlook.com <p class="Default" style="text-align: justify; tab-stops: 145.9pt;">O presente trabalho tem como objetivo mostrar a importância do uso das estratégias diversificadas (Mapa Conceitual e Experimentos) que despertam o interesse dos educandos no Ensino de Ciências. A pesquisa teve como matérias e métodos divididos em três etapas: observação, execução das estratégias diversificadas e para finalizar questionário aplicados aos alunos. Após houve as análises dos resultados que foi obtido em que os educandos assinalaram que o uso das estratégias (ferramentas) diversificadas facilitam o Ensino de Ciências, além obteve-se que os alunos preferem as aulas com as diferentes didáticas. Portanto é imprescindível para o Ensino de Ciências a utilização de ferramentas didáticas que valorizem os alunos como agentes ativos no processo de Ensino/Aprendizagem.</p> 2020-05-07T19:40:32-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3586 A utilização de recursos audiovisuais no ensino de química na educação de jovens e adultos 2020-05-07T21:24:06-05:00 Maria Antônia Moura da Silva maria.antonia.kj@gmail.com André Ricardo Ghidini andre.ghidini@ufac.br <p>O presente trabalho foi desenvolvido com o intuito de permitir a reflexão sobre a utilização de recursos audiovisuais no ensino de química para EJA. Objetivo geral deste trabalho foi organizar um material didático utilizando recursos audiovisuais no ensino de química orgânica para EJA/ensino médio, módulo IV demonstrando as possibilidades e a importância da utilização desses recursos no processo de ensino aprendizagem. A metodologia consistiu em fazer uma identificação de fontes bibliográficas, elaboração da sequência e aplicação. Os resultados demostraram que a utilização de recursos audiovisuais tem um grande potencial no ensino de química para a modalidade de ensino EJA facilitando a aprendizagem dos conteúdos proporcionando aos alunos um pensar crítico acerca dos fatos estudados para uma melhor compreensão do mundo que os rodeia e inserir a tecnologia nesse processo já que está tão presente em nosso meio. Mas vale ressaltar que esse é só mais um recurso didático e que para obter resultados positivos não deve ser usado aleatoriamente, ou seja, de qualquer forma, é necessário um planejamento adequado levando em consideração alguns fatores, como objetivos a serem alcançados, escolher um momento certo entre outros.</p> 2020-05-07T19:44:39-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3583 Esportes em histórias de quadrinhos: entretenimento aliado a promoção à saúde 2020-05-07T21:24:07-05:00 Isabella Araújo Nobre isabellaaraujo09@hotmail.com Ruan Cleuson Menezes da Costa ruan_cleuson@hotmail.com Andersson Soares Moreira anderssonsoares@outlook.com <p>Este artigo é resultado de um projeto de extensão de caráter pedagógica na área da saúde, que teve como objetivo compreender a importância da prática desportiva como fator de promoção a saúde e prevenção de doenças, a partir da leitura de HQs. A metodologia utilizada, foi a aplicação de um questionário antes e posterior ao fornecimento de gibis para pacientes da UBS Luana de Souza Freitas, localizada no bairro Conquista, Rio Branco-AC. Os HQs foram criados por discentes de medicina da Universidade Federal do Acre matriculados na disciplina de “Atividade Física na Promoção da Saúde”, ministrada pelo Prof. Dr. Miguel Junior Sordi Bortolini. Os resultados obtidos a partir de comparações entre o primeiro e o segundo questionário aplicados, mostraram a ocorrência de aprendizagem e adoções de atividades físicas por parte dos pacientes. Partindo do fato de que os HQs são veículos de comunicação simples e recreativos, esse relato servirá como incentivo a profissionais da saúde para a adoção de projetos semelhantes. Afinal, percebeu-se a necessidade de introduzir formas cada vez mais acessíveis e lúdicas que aproximem ciência da população em geral, bem como maiores investimentos em ações que visem o estimulo à saúde.</p> 2020-05-07T19:48:26-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3588 Uno da geometria molecular: um jogo didático para ensinar geometria dos pares de elétrons e geometria das moléculas 2020-05-07T21:24:08-05:00 Ana Karolina da Silva Ripardo karolinaripardo@gmail.com Geany da Silva França francageany@gmail.com Alzenir Santos Lopes alzenirsl1988@hotmail.com Adriano Antonio Silva adriano_a_silva@hotmail.com Shirani Kaori Haraguchi skharaguchi@gmail.com <p>A utilização de jogos didáticos como ferramenta auxiliar no processo de ensino-aprendizagem tem sido uma prática recorrente, principalmente na educação básica. Sabe-se que atividades lúdicas mediadas por jogos contribuem para o desenvolvimento social, cognitivo, motor e afetivo, ao mesmo tempo em que atrai a atenção para assuntos considerados difíceis, principalmente no ensino de Química. Neste trabalho relata-se o desenvolvimento do jogo didático “Uno da Geometria Molecular”, elaborado por licenciandos em Química da Universidade Federal do Acre (UFAC) para estudantes do primeiro ano do Ensino Médio, como ferramenta de reforço para o aprendizado dos conteúdos de geometria dos pares de elétrons e geometria molecular. O jogo contribuiu para que os estudantes visualizassem melhor o conteúdo de estruturação química tridimensional das moléculas, uma abstração para maioria deles. Para os licenciandos do Curso de Química, essa atividade ampliou a visão do cotidiano escolar onde, também, foi possível verificar como um jogo didático pode ser um instrumento facilitador no processo aprendizagem dos estudantes.</p> 2020-05-07T19:54:06-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3591 Pife das ligações químicas: um jogo de cartas para o ensino de ligações químicas 2020-05-07T21:24:08-05:00 Danilo Eugênio de Souza daniloeugenio.2@gmail.com Andrielly Gomes da Silva gandrielly53ufac@gmail.com Edilson Oliveira da Costa oliveirach2017@gmail.com Waliffy Rocha de Oliveira waffy8001@gmail.com Adriano Antonio Silva adriano_a_silva@hotmail.com Shirani Kaori Haraguchi skharaguchi@gmail.com <p>O ensino de ciências traz alguns desafios na compreensão de determinados conceitos, principalmente no ensino de Química, que é focado, na sua maioria, em processos mnemônicos que, quase sempre, caem no esquecimento logo após as avaliações. Para atrair o interesse dos estudantes e auxiliar no processo de ensino-aprendizagem estão sendo inseridas atividades no cotidiano escolar que utilizam jogos para fixação dos conteúdos, principalmente aqueles considerados mais difíceis. Para atender as necessidades da sociedade moderna e globalizada, que exige que o ensino seja mais dinâmico, novas estratégias devem ser adotadas e isso já deve ocorrer durante a formação inicial do licenciando, visto que isso possibilita a construção de novas formas de pensamento, tanto para o estudante quanto para o licenciando. No presente trabalho foi aplicado o jogo “Pife” a partir da adaptação do “mico das ligações químicas” em estudantes do 1 ano do ensino médio em uma escola da capital Rio Branco. Seguindo as regras do jogo, o mesmo foi aplicado e, ao final da atividade, foi utilizado um questionário que avaliou a aceitação dos estudantes acerca desta. De acordo com as respostas, os participantes avaliaram positivamente a ação e se mostraram acessíveis às atividades do gênero.</p> 2020-05-07T20:01:39-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3599 Realidade virtual e aumentada: um relato sobre a experiência da utilização das tecnologias no Ensino de Química 2020-05-07T21:24:09-05:00 Lucas da Costa Ferreira isaquekalleb12@gmail.com Alcides Loureiro Santos alcidesloureiroquimico@gmail.com <p>Este trabalho tem por objetivo apresentar um relato de experiência sobre o uso da Realidade Virtual e Aumenta (RVA) no Ensino de Química, mostrando a importância do uso de ferramentas tecnológicas na educação. Destaca-se que o uso destas tecnologias proporciona maior interatividade entre os alunos, criando um novo ambiente atrativo e inovador para a aprendizagem. Para isso, foi feita uma pesquisa qualitativa sobre a participação de estudantes e professores que experimentaram as tecnologias RVA apresentadas na Mostra Viver Ciência, edição 2019, em Rio Branco - Acre. Percebeu-se uma grande afeição nas pessoas presentes pelas práticas metodológicas que utilizaram aplicativos para smartphones e óculos de Realidade Virtual (RV). Assim, percebe-se que essas ferramentas podem ser utilizadas para auxiliar o processo de ensino e aprendizagem de Química, tanto na educação básica como na superior.</p> 2020-05-07T20:06:40-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3601 Jogo twister das forças intermoleculares 2020-05-07T21:24:10-05:00 Adriel Castro Martins adriel-martins13@hotmail.com Jeferson Maciel da Silva jefersonsilvaac@gmail.com Jesse Melo melo.jesse@gmail.com Adriano Antonio Silva adriano_a_silva@hotmail.com Shirani Kaori Haraguchi skharaguchi@gmail.com <p class="Default" style="text-align: justify; tab-stops: 145.9pt;">As metodologias utilizadas pelos professores têm grande influência no processo de ensino-aprendizagem dos estudantes, sobretudo na educação básica. Novas metodologias de ensino estão sendo utilizadas com o intuito de tornar mais efetivo, tanto a transmissão quanto a assimilação de conteúdo, fazendo com que o método tradicionalista não seja o único a ser utilizado nas escolas. A prática de atividades dinâmicas, que incluam atividades lúdicas baseadas em jogos, tem se tornado cada vez mais frequente e com resultados satisfatórios, do ponto de vista teórico-metodológico, principalmente em se tratando de conteúdos ditos “tabus” no ensino de Química. Nesse sentido, os jogos didáticos são uma ferramenta com grande potencial para o ensino de Química, ajudando os estudantes a compreenderem os conteúdos de forma mais atrativa, dinâmica e divertida. Este trabalho relata a utilização do jogo twister para abordagem do conteúdo de forças intermoleculares. O jogo foi bem aceito como ferramenta auxiliar no processo de ensino-aprendizagem dos estudantes, tendo despertado o interesse pelo conteúdo, tornando a aula mais divertida e fortalecendo o trabalho em equipe. Fica evidente que os jogos didáticos tornam o estudo uma atividade prazerosa sendo mais significativa e interativa, além de contribuir para o desenvolvimento socioemocional dos envolvidos.</p> 2020-05-07T20:11:39-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3602 Jogo lúdico passa ou repassa das cadeias carbônicas 2020-05-07T21:24:10-05:00 Danilo Eugênio de Souza daniloeugenio.2@gmail.com João Felipe Eusebio de Moura felipy268@gmail.com Alcides Loureiro Santos alcidesloureiroquimico@gmail.com <p class="Default" style="text-align: justify; tab-stops: 145.9pt;">A química como matéria escolar apresenta dificuldade de cativar atenção dos alunos se trabalhada de forma meramente expositiva. Nos tradicionais conteúdos de química orgânica, geralmente trabalhados no 3º ano do Ensino Médio, as aulas tendem para metodologias baseadas na repetição e memorização de nomes e classificações de cadeias carbônicas. Contudo, professores juntamente com a gestão escolar podem buscar estratégicas diferentes para estimular o aprendizado dos alunos. Os jogos didáticos são um importante recurso no sentido de servir como um reabilitador da aprendizagem. O tradicionalismo precisa ser superado e os jogos lúdicos são opções para um ensino mais ativo, participativo e criativo. O objetivo deste trabalho é relatar a criação e utilização do jogo Passa ou Repassa das cadeias carbônicas em uma turma do 3º ano no Colégio Estadual Barão do Rio Branco. Por meio de questionários e pela avaliação da participação dos alunos, percebeu-se que o jogo é viável e que pode ser usado como forma complementar na didática do professor. Os alunos avaliaram a atividade como positiva e apontaram para a necessidade de mais práticas alternativas de ensino.</p> 2020-05-07T20:23:20-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3590 A produção de sabão como uma forma de preservação do meio ambiente e de ensino de Ciências 2020-05-07T21:24:11-05:00 Bianca Ferreira Neves klenicy@yahoo.com.br Felipe Lourenço Albuquerque felipe.secretario@gmail.com Klenicy Kazumy de Lima Yamaguchi klenicy@gmail.com <p>Este trabalho objetiva apresentar a utilização de uma oficina de elaboração de sabão artesanal a partir de óleos residuais como ferramenta para o ensino de Ciências. A proposta didática foi realizada com alunos do 8º e 9° ano do Ensino Fundamental, em uma cidade no interior do Amazonas, Coari. Por meio de atividade experimental foi produzido sabão caseiro em barra e sabão líquido (detergente), onde se explorou os conceitos e valores relacionados ao impacto do descarte inadequado do óleo de cozinha para o meio ambiente e as transformações da matéria. &nbsp;Posteriormente os discentes apresentaram o resultado da atividade em uma feira cultural realizada pela escola sobre o meio ambiente. &nbsp;Os alunos apresentaram o produto feito por eles seguido de uma pequena explicação. Os resultados demonstram uma evolução na perspectiva dos discentes relacionadas ao cuidado com o meio ambiente e uma maior compreensão sobre alternativas para o descarte e reutilização do óleo de cozinha.</p> 2020-05-07T20:31:22-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3515 Reflexões sobre a epistemologia de Paul Feyerabend e uma Ecologia de Saberes 2020-05-07T21:24:11-05:00 Najara Vidal Pantoja najara.pantoja@ifac.edu.br Anelise Maria Regiani anelise.regiani@ufsc.br <p>Conhecido pela alcunha de o “pior inimigo da ciência”, Paul Feyerabend esclareceu que a definição se dera pelo fato de ter dito que “abordagens não ligadas a instituições científicas podiam ter algum valor”. Além desta, outras críticas destinadas ao epistemólogo austríaco são provenientes do fato de que a epistemologia de Paul Feyerabend defende a pluralidade de teorias e o pluralismo metodológico. Entretanto, o que defende não é que qualquer coisa pode ser ciência, mas sim que a fronteira entre o que é científico e o que não é científico não é rígida e intransponível. Para desfazer a tradição monocultural, surge a visão de uma Ecologia de Saberes, onde diferentes saberes são valorizados e além da valorização, esta visão defende uma coexistência harmoniosa entre os conhecimentos de distintos grupos. Neste sentido, o trabalho apresenta que é necessário promover um diálogo entre as culturas e a preocupação em definir maneiras para que o diálogo possa efetivamente acontecer. Tendo dito tudo isto, conclui-se que o “fazer ciência” e a educação científica precisam de “pessoas que sejam adaptáveis e inventivas, não rígidos imitadores de padrões comportamentais estabelecidos”.</p> 2020-05-07T20:39:20-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3533 Anemia associada à parasitose: um estudo sistemático 2020-05-07T21:24:12-05:00 Valdemar Matos Paula vldmrmatos@gmail.com Luiz Paulo dos Anjos luispaulo_anjos@hotmail.com Deusimar da Silva Tavares luispaulo_anjos@hotmail.com Letícia da Silva luispaulo_anjos@hotmail.com Maria das Dores Gomes da Silva luispaulo_anjos@hotmail.com Ricardo Mulher luispaulo_anjos@hotmail.com <p>A Anemia Ferropriva, é definida como uma diminuição na concentração de hemoglobina decorrente da redução da reserva de ferro no organismo é considerada como um dos maiores problemas nutricionais, não só nos países em desenvolvimento, como também em países desenvolvidos, por isso que os principais sintomas da deficiência de ferro estão relacionados com o comprometimento do transporte de oxigênio para os tecidos, devido a esta redução na concentração de hemoglobina. Com base nisto, o presente estudo tem como objetivo mostrar a relação da Anemia Ferropriva com a parasitose. Para a realização do presente estudo, foi adotado uma metodologia pautada na análise de revisão literária, no período de maio a novembro de 2017, por meio de pesquisas através de livros, artigos científicos, manuais do ministério da saúde. Após a efetivação da leitura interpretativa de material bibliográfico, foram agrupados e organizados esses dados a fim de facilitar a interpretação dos mesmos, as revisões de estudos científicos, tornou possível a conclusão da existência de uma associação entre parasitose e a anemia, ademais, o presente estudo, sugere medidas socioeducativas para o problema.</p> 2020-05-07T20:48:48-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis https://periodicos.ufac.br/index.php/SciNat/article/view/3436 Classificação, composição e superfícies dos coloides no cotidiano 2020-05-07T21:24:13-05:00 Marciele Gomes Rodrigues marcielerodrigues01@gmail.com Thalita dos Santos Vieira thalitabrenda98@hotmail.com Matheus Ladislau Gomes de Oliveira ladislau2016123@gmail.com Letícia de Andrade Ferreira ferreira.leka28@gmail.com Rayane Erika Galeno Oliveira rayaneoliveira.24@hotmail.com Raiane de Brito Sousa raianebrito2209@gmail.com Paulo Sérgio de Araujo Sousa parkdevidro@gmail.com <p>Coloides são misturas denominadas heterogêneas, pois elas apresentam pelo menos dois tipos de fase, sendo essas dispersa ou continua. Ademais, os coloides podem ser classificados em: espuma líquida, espuma sólida, sol, gel, aerossol líquido, aerossol sólido, emulsão, emulsão sólida e sol sólido. Dessa forma, essa revisão bibliográfica teve como objetivo analisar a existência dos tipos de coloides presentes no cotidiano, a superfície que os compõe e suas propriedades. Para isso, foram realizadas pesquisas nas bases de dados: Google Acadêmico, Scielo e Portal da Capes, além de coletados diversos coloides para a análise de sua classificação e determinação da superfície que os compõem, pois como se sabe, os coloides possuem diversas aplicações, podendo ser destacado os produtos de limpeza, higiene, alimentação, bem como as aplicações industriais. Desse modo, conclui-se que os sistemas coloidais estão presentes em diversas situações da rotina diária, podendo ser encontrados na natureza ou industrialmente, o que torna o seu estudo relevante tanto para o ensino de Química, como para a própria sociedade.</p> 2020-05-07T21:03:38-05:00 Copyright (c) 2020 Scientia Naturalis